Minha Vida, Minha Obra!

Foto by Pinterest

*COLOQUE O FONE DE OUVIDO: ÁUDIO DO TEXTO NO FINAL

Eu vou aprender a me comunicar melhor

Eu vou aprender a amar

Eu vou aprender a viver

Eu vou aprender observar mais a Vida e a confiar no meu caminho

Estou caminhando e o caminho está surgindo a cada passo

Ainda tenho medo. Ainda tenho medo de escolher

Ainda tenho medo daquilo que Deus não me mostrou

Todos os dias são como neblina densa na escuridão

Ainda tenho medo, mas quero acreditar que a Vida é muito mais do que vivi até agora

Quero a serenidade, coragem e sabedoria

Saber ouvir o que o silêncio tem a me dizer

Saber falar o idioma da tolerância, do amor, da fé e da esperança

Segurar a mão daqueles que precisam serem fortalecidos

Sorrir para aqueles que precisam acreditar que vale a pena fazer o que é certo, apesar de tudo.

Saber andar pela praia, pisar na areia branquinha e molhada

Sentir o frescor das águas,

Acreditar que assim como o rio, podemos contornar os desafios e as tristezas dessa vida

Ser capaz de iluminar o meu rosto com a bondade humana e dançar sem medo de errar

Ouvir minhas canções preferidas e fechar os olhos por estar Presente

Desbravar o mundo como navio… rumo a novos Continentes

Saber que apesar das minhas lágrimas e limitações, posso me esforçar todos os dias

Construindo a minha Obra. Fazendo o que Amo…

Eu farei com ou sem você.

Eu vou aprender a olhar as estrelas,

Eu apenas sei da sua existência,

Estarei no pôr-do-sol, no amanhecer, na chuva, no temporal que te assusta, se desejar…

Estarei quantas vezes eu quiser, eu voltei a desejar

Eu posso escolher e isso não fere em absolutamente nada o meu amor por você.

É muito bom ver, mas enxergar é muito melhor.

Enxergar como os olhos das crianças, encantadas pelas possibilidades,

Pelos detalhes, pelo espanto, ou pelo colorido

Minha alma quer descansar na alegria

Minha alma quer se aconchegar na tranquilidade

De estar vivendo…

Como Deus quer eu viva.

Eu voltei a viver,

Eu voltei a sonhar,

Eu voltei a desejar,

Eu voltei a escolher,

Eu voltei a enxergar.

Minha Vida, Minha Obra!

Não preciso suportar! Não posso mais só sobreviver!

Os raios de sol também brilham em mim.

E os castelos que decorei para você,

As montanhas que jurei escalar por você,

Continuarei a fazer, mas não será só por você,

Agora será por mim,

Terá muito de mim.

Autoria: Celina Gouveia e Paula Gouveia

Áudio do Texto (Voz Paula Gouveia)


Um comentário sobre “Minha Vida, Minha Obra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s