É aos poucos…

Crescer dói. Abrir mão de velhas crenças, questionar certos valores, olhar para você com franqueza e verdade… dói muito. Dói crescer, dói aceitar quem eu sou, dói aceitar a minha vida, dói assumir a total responsabilidade de quem eu me tornei e dói abrir mão das velhas historinhas que vivemos contando para nós mesmos, afim de justificar o nosso vitimismo e insignificância diante de um Universo tão vasto e poderoso. … Mais É aos poucos…

A bailarina

Que nada nos roube a esperança de acreditar em nós, em nossos sonhos, em uma Vida mais leve e singela atrás dos bastidores, fazendo o que gosta e sem grandes motivos. Que nada nos roube a simplicidade do olhar que carregamos ao ver o mundo ao nosso redor com nossos próprios olhos. Que nada nos roube a fé e o amor pela jornada que decidimos caminhar, mesmo que ninguém entenda o nosso caminho e as nossas decisões. … Mais A bailarina

Em chamas…

Nada tira a convicção de alguém que está em chamas… que está queimando em fé. Nada tira a convicção de fé de alguém que sobreviveu a dias de trevas, solidão, abandono, humilhações e desprezo. Nada tira a Honra desse alguém! … Mais Em chamas…

Curar-se em Amor

Encontro um Amor abundante, simples, humilde e reconfortante. Encho-me desse Amor. Fixo-me nesse Amor quando olho com Esperança. Ele está em Deus, na Natureza, na Humanidade, nas Artes, na minha Poesia e na Beleza oculta que há na Vida e até mesmo na Morte. … Mais Curar-se em Amor

A carta

Como é inacreditável a quantidade de situações extraordinárias que chegam até nós, quando menos esperamos… Estamos tão submersos em nossos dias comuns que levamos um baita susto, quando nos deparamos com algo que vem perturbar a nossa paz, mesmo que não seja necessariamente uma “paz”. O que parece ruim, pode piorar, meu bem. Meu conselho, não pague para ver!
Foi o que aconteceu com aquela pobre mulher. Ela abriu a carta… … Mais A carta

Tempo do processo

Algumas vezes, você acaba perdendo de vista a sua esperança. Dias de sol, dias de chuva e nenhum brotinho. A espera parece mortificar a sua fé e a pressa parece um bicho selvagem preso em uma jaula. O crescimento é silencioso e invisível. Quantas situações desafiadoras! Eu preciso da colheita! Assim a sua paciência e inteligência são testadas. Achou mesmo que a colheita viria da noite para o dia? … Mais Tempo do processo

Albatroz

Foi assim que chegou esse Albatroz… meio incerto e perdido… pronto para iniciar seus rituais. Estava decidido. Ele se aproxima… Ela não entende absolutamente nada.
A dança começou!!!
Mais Albatroz

Vaga-lume

Gostaria de entender as complexidades que formam a minha mente, fora do abismo de mais e mais informações, além das palavras, dos códigos e signos… Estrondosa e imensurável. Olho pela janela para compreender… um lapso entre o simples e o complexo que me envolve misteriosamente. Será que se visse tudo aquilo que vejo em parte, … Mais Vaga-lume